RESÍDUOS DE FRUTAS NA NUTRIÇÃO CUNÍCOLA - REVISÃO

Diuly Bortoluzzi Falcone, Ana Carolina Kohlrausch Klinger, Geni Salete Pinto de Toledo, Leila Picolli da Silva

Resumo


Diversos estudos apontam que no futuro, com a crescente população humana terá-se elevada carência de proteína animal. Como alternativa valiosa e viável, a cunicultura se destaca pela carne de alto valor biológico e baixa gordura. Além disso, o coelho possui características peculiares onde consegue aproveitar eficientemente a fibra da dieta. Assim, torna-se possível o fornecimento de resíduos de frutas, diminuindo a utilização de produtos que poderiam ser utilizados na alimentação humana. O Brasil, terceiro maior produtor de frutas no mundo, gera no processamento grande volume de resíduos que geralmente são descartados. A utilização dos mesmos na nutrição animal, no entanto, limita-se em decorrência da falta de conhecimento acerca de suas características nutricionais. Além disso, o aumento dos preços dos alimentos energéticos e proteicos para a alimentação animal elevou o custo de produção e reduziu a margem de lucro dos produtores. Consequentemente, resíduos agroindustriais tem recebido atenção especial, uma vez que apresentam baixo custo de aquisição, gerando renda e diminuindo o impacto ambiental. Neste sentido, pesquisas tem demostrado que a utilização destes resíduos, dentro dos níveis apropriados, pode substituir alimentos convencionais. O objetivo deste trabalho foi abordar de forma simples e esclarecedora, uma revisão da literatura disponível sobre os principais resíduos de frutas já fornecidos para a alimentação de coelhos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, N.S.; GONÇALVES, J.F.; OLIVEIRA, E.A.; LUCENA, T.C.; SOUSA, R.M. Produção da Castanha de Caju nas microrregiões do Ceará no período de 1993 a 2016. Revista Eletrônica Competências Digitais para Agricultura Familiar, v.4, n.1, p.103-116. Disponível em: . Acesso em: 13, Mar., 2019

ALMEIDA, D. G. Estudo da viabilidade técnica e econômica para implantação da cunicultura em pequena propriedade rural. Revista Perspectiva em Gestão, Educação & Tecnologia, v.1, n.1, 2012. Disponível em: . Acesso em: 04 mai. 2018.

BARRETO, H. F. M.; LIMA, P.D.; SOUZA, C.; MOURA, A.; ALENCAR, R.; CHAGAS, F.L. Uso de coprodutos de frutas tropicais na alimentação de ovinos no semiárido do Brasil. Archivos de Zootecnia, v. 63, n.R, p.117-131, 2014. DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i241.594

BARROSO, D.D.; ARAÚJO, G.G.; SILVA, D.S.; MEDINA, F.T. Resíduo desidratado de vitivinícolas associado a diferentes fontes energéticas na alimentação de ovinos: consumo e digestibilidade aparente. Ciências Agrotécnica, v.30, n.4, p.767-773, 2006. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542006000400025

BONAMIGO, A.; DUARTE, C.; WINCK, C.A.; SEHNEM, S. Produção da carne cunícula no brasil como alternativa sustentável. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v.10, n.4, p.1247-1270, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2017v10n4p1247-1270

CAMARGO, U. A.; TONIETTO, J.; HOFFMANN, A. Progressos na viticultura brasileira. Revista Brasileira Fruticultura, n.? v.E, p.144-149, 2011. Disponível em: Acesso em: 16 abr. 2018.

CARABAÑO, R.; PÍQUER, J., MENOYO, D.; BADIOLA, I. The digestive system of the rabbit. In: DE BLAS, C; WISEMANN, J. (Ed). The nutrition of the rabbit. Cambridge: CABI, 2010. 1-19p.

CORBIN, K.R.; HSIEHA, Y.S.Y.; BETTS, N.S.; BYRT, C.S.; HENDERSON, M.; STORKC, J.; DEBOLDT, J.; FINCHER, G.B.; BURTON, R.A. Grape marc as a source of carbohydrates for bioethanol Chemical composition, pre-treatment and saccharification. Bioresource Technology, v.193, n.1, p.76-83, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.biortech.2015.06.030

CRUZ, S. S.; MORAIS, A.B.F.; RIBEIRO, S.B.; OLIVEIRA, M.G.; COSTA, M.S.; FEITOSA, C.T.L. Resíduos de frutas na alimentação de ruminantes. Revista Eletrônica Nutritime, v.10, n.6, p.2909–2931, 2013. Disponível em: . Acesso em: 04 mai. 2018.

DE BLAS, J.C.; FERRER, P.; RODRÍGUEZ CA, CERISUELO A, GARCÍA-REBOLLAR P, CALVET S, FARIAS C. Nutritive value of citrus co-products in rabbit feeding. World Rabbit Science, v.26, n.1, p.7-14, 2018. DOI: doi:10.4995/wrs.2018.7699.

ESPÍNDOLA, G.B., CABRAL, G.H.; FELIZARDO GUERREIRO, M.E.; VIEIRA DOS SANTOS, M.S.; OLIVEIRA, S.M.P. Parâmetros reprodutivos e desenvolvimento ponderal dos láparos das raças Nova Zelândia e Califórnia no Brasil. Revista Caatinga, v.20, n.1, p.01-04, 2007. Disponível em: . Acesso em: 06 mai. 2018.

FAOSTAT. 2017. Food and agriculture data. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Disponível em: http://www.fao.org/faostat/br/. Acesso em: 13 Mai 2018.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA E AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Tabela de composição química e valores energéticos de alimentos para suínos e aves. 3.ed. Concórdia, 1991. 28p. (Circular Técnica, 19)

GOMES, T. R. Subprodutos da agroindústria do caju na alimentação de coelhos na fase de crescimento. 2015. 84f. Tese (Doutorado Integrado em Zootecnia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Fortaleza, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Produção Agrícola Municipal. 2018. Disponível em: . Acesso em: 09 mai. 2018.

ITÁVO, L. C. V.; SANTOS, G.T.D., JOBIM, C.C., VOLTOLINI, T.V.; ÍTAVO, C.C.B.F. Substituição da Silagem de Milho pela Silagem do Bagaço de Laranja na Alimentação de Vacas Leiteiras. Consumo, Produção e Qualidade do Leite. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 29, n. 5, p. 1498-1503, 2000. Disponível em: . Acesso em: 9 mai. 2018.

KHALIL, M.H.; BOLET, G. Sustainable rabbit breeding and genetic improvement programs achieved in developing countries. In: 9TH WORLD CONGREES ON GENETICS APPLIED TO LIVESTOCK PRODUCTION, 2010, LEIPZIG, GE. Proceedings… Leipzig, GE: 2010. DOI: https://doi.org/10.13140/2.1.2155.6161.

KYLIE, J.; WEESE, J.S.; TURNER, P.V. Comparison of the fecal microbiota of domestic commercial meat, laboratory, companion, and shelter rabbits (Oryctolagus cuniculi). BMC veterinary research. v.14, n.1, p.143-148. DOI: https://doi.org/10.1186/s12917-018-1464-6.

KLINGER, A.C.K. TOLEDO, G.S.P.; SILVA, L.P., MASCHKE, F.; CHIMAINSKI, M.; SIQUEIRA, L. Bagaço de uva como ingrediente alternativo no arraçoamento de coelhos em crescimento. Ciência Rural, v. 43, n. 9, p.1654-1659, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782013000900019.

KLINGER, A. C. K. Ingredientes não convencionais na nutrição cunícula no Brasil – Uma revisão. Revista Brasileira de Cunicultura, v. 9, n. 1, 2016. Disponível em . Acesso em: 15 mai. 2018.

KLINGER, A.C.K; TOLEDO, G.S.P. 2018. Cunicultura – Didática e prática na criação de coelhos. Editora UFSM. 128p.

MACHADO, L.C.; FERREIRA, W.M.; OLIVEIRA, C.E.; EULER, A.C. Feno de tifton 85 (cynodon spp.) para coelhos em crescimento: digestibilidade e desempenho. Veterinária e Zootecnia, v.17, n.1, p.113-122, 2010. Disponível em: . Acesso em: 14 abri. 2018.

MARIA, B.G.; SCAPINELLO, C; OLIVEIRA, A.F, MONTEIRO, A.C.; CATELAN, F; FIGUEIRA, J.L. Digestibilidade da polpa cítrica desidratada e efeito de sua inclusão na dieta sobre o desempenho de coelhos em crescimento. Acta Scientiarum - Animal Sciences, Maringá, PR, v. 35, n. 1, p. 85-92, 2013. DOI: 10.4025/actascianimsci.v35i1.12359.

MELLO, L. M. R. Panorama da produção de uvas e vinhos no Brasil (Informe Técnico). Bento Gonçavels, RS: Embrapa Uva e Vinho, 2017. Disponível em: . Acesso em: 01 mar. 2019.

OMOLE, A.J.; AJASIN, F.O.; OLUOKUN, J.A.; OBI, O.O. Performance characteristics of weaned rabbit fed plantain peel as replacement for maize. Nutrition & Food Science, v. 38 n. 6, p. 559-563, 2008. DOI: https://doi.org/10.1108/00346650810920169.

OSENI, S.O., LUKEFAHR, S.D. Rabbit production in low-input systems in Africa: situation, knowledge and perspectives–A review. World Rabbit Science, v.22, n.2, p.147-160, 2014. DOI: https://doi.org/10.4995/wrs.2014.1348.

PADAM, B.S.; TIN, H.S., CHYE, F.Y., ABDULLAH, M.I. Banana by-products: an under-utilized renewable food biomass with great potential. Journal of Food Science and Technology, v.51, p.3527–3545, 2012. DOI: 10.1007/s13197-012-0861-2.

PEGORARO, J. et al. Uso do bagaço da laranja na alimentação animal. In: VI MOSTRA INTERNA DE TRABALHOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2012, Maringá, PR. Anais Eletrônico. Maringá, PR: 2012. Disponível em: . Acesso em: 16 abr. 2018.

RETORE, M. et al. Efeito da fibra de coprodutos agroindustriais e sua avaliação nutricional para coelhos. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 62, n. 5, 2010. Disponível em: . Acesso em: 16 abr. 2018.

ROMELE, F.D.; ASHWINI, R.P.; MANOHAR, R.S. European Journal of Food Science and Technology, v.4, n.4, p.12 – 21, 2016.

SORDI; V.F.; ROSA, C.O.; MARTINS, V.N.; GARCIA, R.G.; REIS, J.G.M. Estratégia de diversificação em propriedades rurais: o caso da cunicultura. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, PB, v. 18, n. 3, p. 325-333, 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 mai. 2018.

TORRES, J.L.; VARELA, B.; GARCÍA, M.T.; CARILLA, J.; MATITO, C.; CENTELLES, J.J.; CASCANTE, M.; SORT, X.; BOBET, R. Valorization of grape (Vitis vinifera) byproducts. Antioxidant and biological properties of polyphenolic fractions differing in procyanidin composition and flavonol content. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v.50, n.26, p. 7548-7555, 2002. DOI: http://dx.doi.org/10.1021/jf025868i


Apontamentos

  • Não há apontamentos.